Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Rima pobre(zinha) da Vontade

por esquisita, em 03.11.22

 

Dita sentenças para o depois,
dispõe a ordem que virá.
Que assim se há-de fazer,
amanhã, assim será!

Sem carecer de convite,
não se faz anunciar,
Senta-se à mesa, com ele
Era hora de jantar

Veio ao engano, se por ele veio!

Cedo casou com a Vontade,
dela tem os filhos que quiser
O seu querer é sagrado
e recusa-se a morrer!

Serena estava, em paz ficou
Ergue a taça e consente,
Contrariado, ninguém parte…

Desse vinho o faz beber,
E enquanto brindam à vida,
envenena-lhe a mulher!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Imagem de perfil

cheia a 03.11.2022

Que grande tragédia!
Boa noite.
Imagem de perfil

esquisita a 03.11.2022

Volta e meia, tropeço numa!
Uma boa noite
Imagem de perfil

Marco a 04.11.2022

Um final trágico ...

Ter vontade é sempre o começo de algo .
Imagem de perfil

esquisita a 04.11.2022

Olá Marco! É a vontade que nos mantém vivos, se nos envenenarem a vontade...
Imagem de perfil

ROMI a 14.11.2022

Credos, que biolência!!!
Adorei. Beijinhos.
Imagem de perfil

esquisita a 14.11.2022

Contrariado, ninguém parte, depois de lhe envenenarem a vontade...
Agradeço

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D