Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Proposta

por esquisita, em 22.06.22

20220507_131411.jpg

Amigo,

Em nada me fere a recordação do nosso atribulado encontro, tão pouco partilho a opinião de quem me recomenda cautela.

Num momento de aflição, prometeu recompensa em troca de socorro. Num impulso irrefletido, coloquei a minha cabeça à mercê dos seus dentes.

Salvei-lhe a vida, ignorando a prudência. Contrariando o instinto, poupou-me a vida. Estamos quites.

Pelos motivos expostos, sugiro que nos desobriguemos da moral que não nos serve.

Cumprimentos

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

Marco a 22.06.2022

Essa fábula a moral é "Não espere gratidão ao mostrar caridade para um inimigo."
Gostei da tua carta ao teu amigo .
Um beijinho.
Imagem de perfil

esquisita a 22.06.2022

E se tentarmos rever a conclusão moral, de forma a dividir as "culpas"?
A proposta é construir amizade!
Agradeço com amizade
Uma boa noite para ti, Marco

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D