Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Ponteiro

por esquisita, em 01.07.22

 

O problema está no ponteiro. Sem ponteiro, o tempo passa e não se vê. Conserta-me aqui o ponteiro, que os minutos não me chegam para saber que horas são. Isto é coisa muito antiga e de valor! Antes de mim, dos meus pais e antes dos meus pais, dos pais deles, e por aí adiante, mas ao invés… Têm lá calma que ainda atiras o relógio para antes do princípio do tempo! Quero eu dizer, que vem detrás e fazia gosto de o mandar lá bem para a frente, para quem vier depois! Que o recebeste de um tempo que já não há, e contas que chegue a um tempo que não existe! Deixa-te lá de filosofias e vê se me consegues compor o ponteiro! Tens aqui o bocado que se partiu… Trabalho de relojoeiro, eu sou só um amador! Já corri tudo, relojoeiro não há. Estragou, avariou, deita fora e compra outro. Não há vagar, não há tempo! Então o ponteiro não faz falta, se não há tempo para contar. Desconversamos, outra vez? Que castigo! Vou ver o que posso. Isto trabalha? Certinho como um relógio! Vai-te… Não te chateies e desenrasca-me o ponteiro ! Está parado! Falta-lhe a corda. Vou ver se te safo isto da melhor maneira. Deixa a chave. Não a tenho! Nem antes de mim os meus pais, nem antes dos meus pais, os pais deles, e por aí adiante, mas ao invés…

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Imagem de perfil

esquisita a 01.07.2022

Agradeço, mas este relógio não é meu e já está arranjado. Trabalhar não pode, porque lhe falta a corda. Mesmo assim, não imaginas as dores de cabeça que me tem dado. O tempo não precisa do relógio para nada
Que tenhas uma boa tarde, Marco!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D