Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Foto solta

por esquisita, em 28.04.23

 

As fotografias perderam corpo e os álbuns volumosamente palpáveis, caíram em desuso, mas ainda pesam sobre os joelhos, ao virar de cada página.


Esse foi o tempo do impulso e do improviso.
Acordar com o sol a pino, curar a noite ao som da rádio, ganhar balanço de música em música, até que alguma notícia fizesse saltar da cama – E quem as fosse ver, antes que as afoguem?
Nem planos, nem bagagem ou reservas. Nada! Do trajeto, nem um rascunho alinhavado, e até o mapa era escusado quando a vontade chega e sobra. Leva-se a máquina para guardar o que se viu e basta – Vamos subir aos montes!
E fomos, por novas estradas curtas e longos caminhos velhos, sabendo que no cangalho que nos levava, tudo demora. Virar costas ao mar era custoso, contudo aceita-se pôr freio à urgência de chegar, por condizer com a aventura de descobrir um destino mais que remoto no espaço e no tempo.
A noite cai cedo em dias curtos de Outono, e quando por fim se pode dizer, terra à vista, não há pelas ruas vivalma para ver ou a quem perguntar. O lugar pacato, fora de horas, obriga a deixar o plano para o dia seguinte, mas não sem antes tratar do estômago. Terá sido no "Volante", ou no "Travão", ou coisa que o valha, que pelo nome até parecia predizer que a noite se vai passar no carro, por não haver onde ficar. Se tem de ser, será, que não nos demove o relento da serra e até se lhe pode juntar a poesia de adormecer com o parabrisas salpicado de estrelas ou ajudar na alvorada.
Ainda é pouco mais que madrugada, e para investigar o rumo exato, faz falta a quem perguntar. Lá estava a providencial avozinha que anda aos gravetos para acender o lume – Vindes ver os riscos? Ide por esse caminho a riba, e é do outro lado abaixo. Mais, não sei! – era pouco, mas já era um começo.
Chegados ao cume, umas quantas tendas e um caçador, que prontamente declara ter ficado de guarda por não ser apreciador de caça. Vem pelos bons ares, pela paisagem, pelo convívio, pela comida e pela bebida, e vem connosco também, se lhe dermos boleia.
Todos juntos, encosta abaixo, esperava-nos muito solavanco, no caminho estreito de terra batida. Nada que atrapalhasse os planos de descer ao fundo do tempo. Não contávamos, porém, ser perseguidos com buzinadelas a reclamarem ultrapassagem. No retrovisor, uma imensa nuvem de pó ganhou a forma de um destemido cavaleiro montado numa acelera tresloucada. Passou-nos adiante, com tanta ligeireza no andar e tão grande desprezo pelos predicados rudimentares da via, que a espaços curtos, derrapava e ia ao chão. Com toda a cautela para não o atropelar, acabamos por chegar ao destino, praticamente em simultâneo. Após abrir a vedação e picar o ponto, o alvoroço serenou e o rapaz recolheu ao contentor que lhe servia de guarita. Entretanto, aproveitando o caminho aberto, tratamos de entrar para investigar as tão valiosas pedras. A bem da verdade, não faltavam penedos, mas por muito que fosse o empenho na busca, dos riscos nem rasto. Aos primeiros sinais de cansaço, somaram-se os brados do rapaz. Por conta de uma farda mal enjorcada, tinha se tornado no segurança de guarda ao tesouro – Nem pensar! Zona interdita! – Não podíamos transpor a vedação, muito menos tirar fotografias a pormenores – Podem procurar do outro lado do rio!

20230404_230352.jpg

Atingiu-nos forte, aquela evidência. Não seriam necessários mais do que uns breves minutos de ponderação, para saber que não as iríamos nunca descobrir.

Não fosse o feliz acaso – Olha aqui um porco! E está assinado! – do nosso mais recente amigo ter feito o achado de um animal. O caçador renegado, por instinto, não tardou a disparar.

Sobre como conseguimos conquistar a simpatia do segurança e nos foi possível viver a experiência única de encontrar as gravuras, nada se pode acrescentar. Prometemos solenemente, não atentar contra o património nem revelar a transgressão.
Fica o registo, em papel e na pedra, do porco assinado.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


11 comentários

Imagem de perfil

cheia a 28.04.2023

Foi um desespero, mas valeu a pena, as gravuras foram salvas.

Bom resto de dia e bom fim-de-semana.
Imagem de perfil

esquisita a 28.04.2023

Prevaleceu o bom senso!
Agradeço e desejo um bom fim de semana comprido
Imagem de perfil
Que aventura Esquisita! Houve de tudo, desde a viagem ao volante do carro "trovão" , parece um nome adequado, e a pernoita sob as "luzes purpurina que se formam no vapor de água nos vidros do carro" como diz o meu neto, até à descoberta final da ass assinatura no penedo, sinal da comunicação inter épocas, foi um espetáculo de leitura esquisita, adorei!!
Bom fim-de-semana!
Beijinhos!
Imagem de perfil

esquisita a 29.04.2023

Sempre muito simpática, Mafalda. Eu, que sou um bocadinho bicho do mato, fico sem jeito, mas agradeço com sinceridade
A imagem da purpurina é muito bonita. A Via Láctea, em noite limpa da serra, também.
Bom fim de semana
Imagem de perfil
[<)]
Esta Cotovia é uma simpática entusiasta ao ponto de quando gosta mesmo duma escrita Esquisita, dar este abraço de asas tão efervescente que a pessoa até se assusta.
Mas antes este pequeno susto do que ter partido uma costela à Esquisita como aconteceu com a minha querida mãe num abraço destes super forte ele há pessoas que não tem medida, temos de ter muita paciência.
Um bom fim-de-semana Esquisita!🐦
Imagem de perfil

esquisita a 01.05.2023

Olá Mafalda! Não assusta nada, só que a esquisita tem alguma dificuldade em i]nteragir virtualmente.
Hoje é um daqueles dias especiais, em que também gostava de dar um desses abraços, mas já se acabaram os dias e só me resta homenagear a memória.
Boa semana
Imagem de perfil
Sempre que a memória for homenageada, que é todos os dias, continuam vivas dentro de nós. O coração tem abraços que vão para além das limitações do tempo e do espaço.
Bom resto de 1º de maio, boa semana!
Um forte abraço abraço, com imenso respeito, e beijinhos, Esquisita.🐦
Imagem de perfil

João-Afonso Machado a 01.05.2023

Estou agora mesmo em Riba Coa. No Sabugal. O rio engana, sobe o mapa em vez de o descer.
Boa semana!
Imagem de perfil

esquisita a 01.05.2023

Deve ser por causa do irresistível encanto do Douro. Se eu fosse rio, faria igual
Uma boa semana, por terras de Riba Côa!
Imagem de perfil

Marco a 02.05.2023

Nunca tive a oportunidade de as ver ao vivo. Lembro-me na altura da descoberta a polémica que foi, mas nós somos o país das polémicas, apenas foi mais uma.
Ainda bem que foram salvas, porque senão uma parte da história ficava debaixo de agua.
Imagem de perfil

esquisita a 02.05.2023

Olá Marco! Se tiveres oportunidade, vai até lá, porque são "espetaculares"
Sabes que quando encontrei a foto do "porco" me lembrei do Chico?
Eu sei que ele é um coelho, mas achei-os parecidos nas orelhas. Não ligues, devo estar a delirar
Noite boa para ti

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D