Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Festa

por esquisita, em 08.01.23

 

Nunca serei grande festeira, nem tão pouco, alguma vez me negarei à festa que encerra as festas. 

Tanto e sempre se hão de multiplicar as mãos postas ao alto, as nassas erguidas na cana, as sombrinhas do avesso, quanto certo é tornar a vontade de pão doce, seco e duro, a saraivar no abrir do ano.

Toca a sineta! 

Aí vai o meu peso em cavacas, Santo da minh' alma!

Aqui estamos, para as receber, e se a disputa se faz grande, maior será a reinação.

Tudo folga, tudo dança, a alegria é geral e é grande e boa, a festa. Faça chuva ou faça sol, é grande e boa, sim senhor!

Que o nosso Menino, rapioqueiro, casamenteiro e milagreiro do melhor, bem a merece!

Basta dar-lhe uma palavrinha, em tudo nos há-de atender – Ai sim, Ai sim! – sem esquecer tento na língua, quando dele se falar – Ai sim, ai não!

Deixo-te um ramo de cravos, Santo do meu coração!

 

Quanto cresceu o nosso Menino!

Quanto cresci eu, também.

Caminho por entre o multidão, ao longo das tendas que eram poucas e agora são muitas, como o povo. Estou sozinha.

Procuro pela bola de serradura, embrulhada no papel de prata, que a guita divide em gomos. Escolho o dedo para o elástico. Olho a mão e está vazia.

Procuro a mão de J, filho de L e pai de L que teve um avô J como eu tive, e que por ser eu, não vai deixar J nenhum.

Olho a mão e não está.

Onde está a bola de serradura, que me prometeste pela festa?

Onde estás?

A subir as escadinhas, para ir pagar a promessa? Junto ao coreto, a ouvir a banda tocar? À porta da capela, depois da missa, talvez…

E é já hora de comer. Almoço farto, almoço de celebrar em família, um bairro inteiro a celebrar, uma só família em festa!

Onde estás? Onde estão todos?

Vejo agora que tanto cresceu a festa, quanto a minha festa mingou, mas a festa ainda é, e será, um eu maior.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


12 comentários

Imagem de perfil

Maria Pinto a 08.01.2023

Gostei muito deste post. Trocadilhos, memórias, lembranças...
Ao ler, vi-me na festa da aldeia do meu avô , na minha infância...
Que boa memória
Imagem de perfil

esquisita a 09.01.2023

Olá, Maria! Tenho a sorte de continuar a somar novas memórias da festa, a cada ano que passa!
Agradeço e desejo um bom início de semana

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D