Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Chuva

por esquisita, em 28.05.23

 

É Domingo.
De novo começa a semana, já sem Maio bastante para a preencher. Esgota-se o tempo, sem que se cumpra a promessa de água.
Depois da missa, o adro está coberto por um dossel de veludo cristal estofado nas nuvens, que rangem e roncam antes de estourar como foguetes. Nem um borrifo que chegue das alturas, para acamar o pó solto nas corridas das crianças ao sair da igreja. Dizia o pai de Isabel, por ter ouvido no sermão, que chuva em Maio é sinal de boas águas. Estaria a saudar a chegada do Inverno noutras paragens, e nós por cá caminhamos para um sempre Verão. A luz densa, coada pelo chumbo de ameaça líquida, é sinal, mas só sinal, sem águas, nem sermão. Falta água e dessa falta se inquieta o futuro, nas conversas saturadas do opressivo calor. Queixam-se vozes arrastadas em gargantas secas, das cefaleias presentes, trazidas pelo insustentável peso do ar. Da pressão, da carga elétrica, da enorme consumição de não ter água, se lamentam.
Abeira-se à porta o prior, para despedir os fiéis na cerimónia do envio ao almoço dominical. O céu torna a rugir e do alto respinga uma gota gorda. Escorrega duvidosa na testa, talvez um bago de suor. E logo outra, e outra, e outra a fazer diluir as gentes estagnadas no adro. Almas penadas e pingadas, à procura de abrigo, por ter chegado a bendita água. Água sólida e redonda, vinda do céu. Sem demora, se vai maldizer o chuveiro de berlindes.
Assim é o Domingo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


12 comentários

Imagem de perfil

Isabel Paulos a 28.05.2023

Bendita chuva.
Bom Domingo.
Imagem de perfil

esquisita a 28.05.2023

Foi pouca coisa, só para estragar o negócio à mulher da regueifa.
Agradeço e desejo um domingo!
Imagem de perfil

esquisita a 28.05.2023

Atrapalhei-me e esqueci-me do "bom"
Um bom domingo, Isabel (como a do monólogo )
Imagem de perfil

cheia a 28.05.2023

Já ninguém cumpre as promessas, nem as trovoadas de Maio conseguiram matar a sede, aos terrenos do Sul.
Boa semana!
Imagem de perfil

esquisita a 28.05.2023

O que será de nós, sem água!
Agradeço.e espero que também tenha uma boa semana
Imagem de perfil

Maria Pinto a 29.05.2023

Não aprecio propriamente a chuva, mas é bendita!
Boa semana!
Imagem de perfil

esquisita a 29.05.2023

Ainda conservo aquela ideia infantil, que podia chover só de noite, enquanto dormimos
Agradeço e também desejo uma boa semana
Imagem de perfil

Marco a 30.05.2023

Ela tanto é necessária, mas quando chega todos fugimos dela, por não queremos ficar molhados. Falam os entendidos que este verão vai ser muito seco... vamos ver como vai correr.
Um bom dia
Imagem de perfil

esquisita a 30.05.2023

Esperemos que corra pelo melhor, porque sem água...
Agradeço e desejo uma boa noite (outra vez) e um bom dia ( já fica para amanhã )
Imagem de perfil
Olá Esquisita!
Por aqui foi chuva de pouca dura, veio depois o vento e secou tudo outra vez, hoje o sol brilhou de tarde num céu azul sem nuvens!
E a laranjeira, o maracujá e as ameixeiras estão por um fio, de água que não chega.
Não consigo ver nem uma ameixa na árvore, as pequenas laranjinhas, caíram quase todas num dia de imenso calor, mesmo com rega.
Em breve a seca vai ficar de vez, essa parece ser a promessa que se vai cumprir.
A esperança é resistente, mas fica difícil mantê-la quando vemos a falta de água e os efeitos na agricultura e no meio ambiente, fauna e flora.
Imagem de perfil

esquisita a 31.05.2023

Olá Mafalda! Como escrevi, caminhamos para um "sempre Verão" insustentável e assistimos como se tudo não se passasse no nosso quintal. Sempre estivemos à mercê dos "caprichos" da natureza e continuamos a acreditar que dos céus nos vai cair a solução. Como se não tivéssemos sido nós a interferir no seu equilíbrio...
Um dia muito bom! (Se for com alguma chuva, ainda melhor)
Imagem de perfil
Olá Esquisita!
Aqui há uns anos estive a fazer um trabalho para a região dos Inuit e nesse local recôndito e afastado, as consequências do degelo e alterações climáticas desfavoráveis, fazem-se sentir de forma terrível, em comunidades que já lutam com inúmeras dificuldades e que dependem de forma mais directa da sua relação com a natureza.
Esse sempre verão já lá chegou.
Triste realidade que só piora em todo o globo, e que é como o processo de degelo, uma vez que o iniciámos, será difícil de o reverter, sobretudo pelo que referes :"Como se não tivéssemos sido nós a interferir no seu equilíbrio..."
E não, não choveu nem o vento amainou, como diria o meu neto," a máquina de fazer nuvens e chuva da "Patrulha Pata" continua avariada" graças à acção directa do Homem nesta equação Homem versus Natureza, em lugar do respeito!
Dia bom Esquisita!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D