Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Certeza

por esquisita, em 13.10.21

 

Estou sentada ao sol, gosto do sol, mas já se esgotou o tempo. 

"Outro?"

"Não! Eu consigo fumar o mesmo, duas vezes!"

"Tens a certeza?"

Continuo sentada ao sol, mas já voltei para dentro.

Enquanto fumo mais um cigarro, disfarço a minha ausência. Não compreendem silêncio, julgam que é sombra. Se as palavras fossem minhas...

 

"Não tenho certezas

 

Não, não tenho certezas.

Se era esse o canto que vos atraía,

Deixai-me só nesta melancolia

De baixo, aberto e liso descampado

 

Quero viver, quero morrer, e quero

Que ao fim a soma seja um grande zero

Do tamanho da ardósia... E apagado.

 

Mas são desejos da fisiologia...

Vagas aspirações do dia-a-dia

Duma bilha de barro

Que não vale um cigarro

Que se fuma.

Não, não tenho certezas;

Tenho bruma."

 

Miguel Torga, Diário V

 

… certeza, não tenho, mas procuro!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D