Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Certeza

por esquisita, em 13.10.21

 

Estou sentada ao sol, gosto do sol, mas já se esgotou o tempo. 

"Outro?"

"Não! Eu consigo fumar o mesmo, duas vezes!"

"Tens a certeza?"

Continuo sentada ao sol, mas já voltei para dentro.

Enquanto fumo mais um cigarro, disfarço a minha ausência. Não compreendem silêncio, julgam que é sombra. Se as palavras fossem minhas...

 

"Não tenho certezas

 

Não, não tenho certezas.

Se era esse o canto que vos atraía,

Deixai-me só nesta melancolia

De baixo, aberto e liso descampado

 

Quero viver, quero morrer, e quero

Que ao fim a soma seja um grande zero

Do tamanho da ardósia... E apagado.

 

Mas são desejos da fisiologia...

Vagas aspirações do dia-a-dia

Duma bilha de barro

Que não vale um cigarro

Que se fuma.

Não, não tenho certezas;

Tenho bruma."

 

Miguel Torga, Diário V

 

… certeza, não tenho, mas procuro!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D