Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Vizinhos

por esquisita, em 29.09.22

 

Esta casa centenária, cada vez mais vazia, já resvés ao abandono, continua a espantar, pela força que a mantém erguida…
Velhos vizinhos, que já nasceram vizinhos de pai e mãe, não usam telefone ou telemóvel. São vizinhos velhos na idade e no costume de pôr pernas ao caminho para se apresentarem de corpo inteiro. Falam-nos de viva voz, olhos nos olhos, no tempo certo.
Arrastam os pés pela calçada irregular, em passos pequeninos de medo, atravessam a rua, batem à porta:
Aqui estou eu, para tomar parte no sucedido!
Vêm confirmar as suspeitas, e acalmar o desassossego que os tomou pela madrugada, ao verem as paredes do quarto tingidas de azul intermitente.
Contam da aflição que sentiram, e contam poder valer no que forem capazes.
Trazem no bolso, um frasco meio de mel, caso o mal seja do peito, mais a recomendação a um parente que trabalha no hospital, sempre disponível para o que for preciso.
Pouco mais podem, do que gestos e palavras, conforto e esperança.
Partem, deixando a promessa de voltar em breve, por melhores notícias. Entretanto, e à cautela, juntam as dores vizinhas às suas preces.
Velhos vizinhos, escoram a casa…

 

20220220_144913.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D